Quem Somos

  • Santa Casa da Misericórdia de Benedita Santa Casa da Misericórdia de Benedita 

A Santa Casa da Misericórdia de Benedita é uma associação de fiéis constituída na ordem jurídica canónica, reconhecida a sua personalidade jurídica civil, com o estatuto de Instituição Particular de Solidariedade Social. 
Com a sua sede na Rua Padre Dr. Fernando Maurício em Benedita, concelho de Alcobaça, tem como objetivo principal desenvolver atividades de ação social no âmbito do apoio e proteção à população idosa, na freguesia de Benedita e freguesias limítrofes.

Criada em 6 de Junho de 1993, tem em funcionamento as seguintes respostas sociais: Estrutura Residencial para Pessoas Idosas (ERPI), Serviço de Apoio Domiciliário (SAD) e Centro de Dia. 

Historial

A Santa Casa da Misericórdia de Benedita deve a sua fundação ao Rev. Padre Francisco Cosme que, após ter consultado o Conselho Pastoral Paroquial, do qual recebeu o parecer unânime, e de ter recebido o apoio da população, concretizado em 317 inscrições de Irmãos Fundadores, requereu ao Eminentíssimo Senhor D. António Ribeiro, Cardeal Patriarca de Lisboa a aprovação do Compromisso da Irmandade da Misericórdia, a qual foi concedida em 6 de Junho de 1993.

No ano de 1993, a Instituição foi dirigida pela Comissão Instaladora eleita pelos Irmãos, e a esta Comissão, coube o arranque necessário para estruturar os serviços.

No dia 6 de Junho de 1993 foi comemorada festivamente a inauguração oficial da Misericórdia, que contou com a presença de várias entidades oficiais, entre as quais a Exma. Direção do C.R.S.S. de Leiria, com quem a Comissão Instaladora da Santa Casa já tinha encetado conversações, para poder dar início aos serviços que desejava prestar.

Em Dezembro deste mesmo ano realizaram-se eleições para os corpos sociais da Instituição, tendo sido eleito para Provedor, o Sr. Dr. José Gonçalves Sapinho.

O Serviço de Apoio Domiciliário, iniciou em Dezembro de 1994, inteiramente sob a responsabilidade da Mesa Administrativa, tendo tido em 1995 os apoios do C.R.S.S. de Leiria, com a celebração do primeiro Protocolo de Acordo e do Centro de Emprego de Alcobaça, para a colaboração nos custos salariais de algumas colaboradoras.

E os apoios continuaram: a Igreja disponibilizou o terreno necessário à construção do Edifício para o Lar; a Precobel ofereceu todo o trabalho de Arquitetura e Engenharia, dirigiu o processo conducente ao concurso Público e adjudicação da empreitada e fiscalizou e acompanhou a construção; o grupo do Clube de Ciclismo organizou várias provas a favor da Misericórdia; os lucros das festas dos Padroeiros durante alguns anos reverteram para a Misericórdia e várias ofertas particulares para mobilar o Lar.

Em 6 de Junho de 1998, 5.º aniversário da fundação da Misericórdia, foi solenemente inaugurado por Sua Excelência Reverendíssima o Senhor D. José Policarpo, Patriarca de Lisboa, o Lar de Idosos e o Centro de Dia Nossa Senhora da Encarnação.

Missão, Visão e Valores

MISSÃO
A Santa Casa da Misericórdia de Benedita, dentro do seu estatuto de IPSS, tem por missão desenvolver respostas sociais qualificadas, no âmbito da ação social, fundamentadas nas catorze Obras de Misericórdia, preocupando-se sempre em prestar um apoio global a cada pessoa, referenciada em situação de vulnerabilidade. Na sua atuação fará um contínuo esforço para que esse apoio esteja alinhado com o plano das respostas necessárias ao desenvolvimento integral da sua zona geográfica de abrangência e sempre à luz da Doutrina Social da Igreja.

VISÃO
Enquanto IPSS, a Santa Casa da Misericórdia de Benedita procura continuamente ser modelo de referência na sua área de atuação, evidenciando uma preocupação permanente na prática reflexiva, tanto na missão dentro do seu público-alvo, como na valorização pessoal e profissional de todos os seus colaboradores.

VALORES

Na prossecução dos seus objetivos a Santa Casa da Misericórdia de Benedita, fundamentando-se nas catorze Obras de Misericórdia, procura orientar-se pela caridade – valor básico da vida cristã – articulada ainda com os seguintes valores:

  • Solidariedade
  • Ética
  • Respeito
  • Equidade
  • Responsabilidade
Órgãos Sociais

Elementos dos Corpos Sociais para o quadriénio 2015-2018

Mesa da Assembleia Geral
Presidente: Acácio Ferreira Catarino
1.º Secretário: Joaquim da Silva Rebelo
2.º Secretário: Isabel Maria Guerra Vitorino Ferreira


Mesa Administrativa
Provedor: António Silva Rebelo
Vice-Provedor: Pe. Gianfranco Ventura Bianco
Secretária: Maria de Jesus Mendes Mateus Serrazina
Tesoureiro: António Couto Ferreira
Vogal: Manuel Neto Luís
1.º Suplente: Francisco Balbino Marquês
2.º Suplente: Lino António Ferreira


Conselho Fiscal
Presidente: Fernando Marques Fialho
1.º Vogal: Inácio Caetano Madaleno Mateus
2.º Vogal: António Manuel Martins Tomé
1.º Suplente: João Ferreira Boita
2.º Suplente: Maria Madalena Silvério Bernardo

Centro de Documentação Atividades

Com o objetivo de promover o convívio e a confraternização, fomentar as relações interpessoais, preservar e incentivar os laços familiares e o contacto com a comunidade, são desenvolvidas ao longo do ano várias atividades sóciorecreativas e culturais dirigidas aos utentes, familiares, voluntários e amigos da Instituição.

São também dinamizados vários ateliês (atividade física, estimulação cognitiva, trabalhos manuais, leitura e reflexão, espaço internet, beleza, etc.) com o objetivo de promover nos utentes sentimentos de competência e valorização pessoal, bem como desenvolver as capacidades físicas, intelectuais e comunicativas. Um grupo de utentes participa ainda num serviço de voluntariado para a paróquia com a dobragem do jornal "Voz da Verdade" e folha "Partilha Pastoral".

Procuramos desenvolver e fomentar a partilha de experiências com a realização de projetos e intercâmbios intergeracionais, conforme o protocolo de parceria assinado entre várias instituições de educação e apoio social da comunidade. 

Neste sentido, é de valorizar o Projeto intergeracional "Jovens em Ação ECB", constituído por um grupo de alunos do Externato Cooperativo da Benedita que, voluntariamente se desloca à instituição para apoiar e desenvolver diversas atividades com os idosos, nomeadamente o ateliê de Informática, leituras, jogos de estimulação, convívio, momentos de reflexão e comunicação, treino de marcha, entre outros.